Merrell apresenta Poncha Puxa Poncha

Informação sobre o roteiro


O nosso adro de saída para esta romagem será no nosso Jardim Municipal, que com sotaque mais parece aquela banda...vocês sabem quem. Aqui no jardim reunimos e com uma poncha to go partimos viagem..

O primeiro ponto de paragem será a Mercearia Dona Mécia situada no lado oeste da cidade dentro de um solar do séc. XVI e num dos lugares mais bem escondidos do Funchal. Ponto de encontro para aquele copo ao fim do dia, para aquela Poncha acompanhada com tremoços e amendoins.

Atravessarmos a rua da carreira e invadimos o Largo do Município e no Museu Café teremos aquela que se chama a poncha da felicidade, sim é poncha regional mas, feita com muito amor e carinho...e rum do engenho novo da Madeira.

Aqui repomos calorias também com o dentinho do dia.

Próxima paragem: índia...acabamos por ser invadidos pelo cheiro a especiarias quando chegamos à Pharmacia do Bento, um mercearia das antigas, das mais antigas do Funchal em que 99% das nossas mães e avós com certeza já comprou ou mostarda em grão ou caril das índias ou erva-doce...nós nesta missão não evangélica vamos provar outra das especialidades da casa...a poncha regional, das rijas.

A caminho da Barreirinha, cruzando a zona velha do Funchal há paragem obrigatória no The Number Two, que nasceu em Câmara de Lobos mas, que tem neste sítio a representação oficial do berço de nascença da poncha. Até podemos ir por uma apresentação mais tropical desde que mantenha a firmeza da poncha do Sr. Elmano.

Ao chegar à Barreirinha, ao largo do Socorro, o miradouro sobre o Atlântico obriga a que se escolha ou uma versão mais suave com gelo de poncha de maracujá ou a Poncha à Pescador já com o oceano a rebentar no nariz!

Contactos


Co-Produção

Parceiros

Apoios de Comunicação