Bateu Matou

Mais que uma ideia, Bateu Matou é uma vontade – uma vontade de transformar o pulso do Global Bass e a forma como Lisboa se mexe numa banda de baile novo. É tão simples como isso, a força percussiva que se cria quando RIOT (Buraka Som SIstema), Ivo Costa (Batida, Sara Tavares) e Quim Albergaria (PAUS) se juntam tem um e apenas um objectivo – fazer dançar.

Contactos


Co-Produção

Parceiros

Apoios de Comunicação